Gadol Elohai - Joshua Aaaron

3.6.15

Olhar de frente para a Verdade


João 3:16 

"Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o Seu Filho unigénito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna".

Este talvez seja o versículo mais conhecido do mundo, mas é sobre João 3:14, um versículo que o antecede, que fica esta reflexão interessante que ontem ouvi.

Esse versículo faz referência à serpente ardente levantada numa haste no deserto, por Moisés (Números 21:8).

Porque é que o povo tinha que olhar para uma "serpente" hasteada para se salvar das suas mordidas?

Importava que se confrontassem com a Verdade, que olhassem de frente, para as consequências da sua desobediência, para que ficassem curados.

Do mesmo modo, importa que olhemos para a Cruz para que nos confrontemos com a verdade: pecámos (andámos desviados da vontade de Deus) e por isso Jesus teve que morrer ali pelos nossos erros. Importa compreender que a Cruz é a consequência dos nossos actos.

Só através do reconhecimento dessa verdade, alcançamos a Salvação.

20.5.15

Regresso...

... a beleza da felicidade só pode ter mão divina.




7.6.12

A relação da proximidade de Deus

Estar perto de Deus, passa muitas vezes por estar acima das fraquezas dos homens, principalmente daqueles que são ou foram as nossas referências.

15.7.10

Taxistas

Parece que está na moda falar-se em "energias" (negativas e positivas), mas não esperava apanhar um taxista sexagenário especialista nestas matérias... Os taxistas sempre me surpreenderam! :) Claro que não perdi a oportunidade para o deixar baralhado ;), com respeito às suas teorias... Uma pessoa cheia de energia (positiva, nas palavras dele) a perguntar-lhe se acreditava em Deus e no Diabo?

23.6.10

de volta

Fico impressionada que tenha passado quase 1 ano que por aqui não escrevo... De volta, com tons quase sépia, nostálgicos. Hoje caminhava de regresso a casa, depois de uma reunião de trabalho abençoada e o que me passava pela cabeça era apenas isto: nós os crentes em Deus, com o passar dos anos não nos tornamos apenas maduros, tornamo-nos também espiritualmente mais evoluídos. O aspecto, a forma, o que é exterior, gradualmente cede ao que é eterno: ao espírito e à alma.

31.5.09

Está nas nossas mãos contribuir para que "Deus" não desapareça por completo do vocabulário, com as novas gerações que aparentemente poucas referências têm d'Ele.
Faço questão de utilizar, sempre que posso, pequenas referências a Deus, nas conversas diárias com os outros. Do género: "está tudo bem, graças a Deus"; "há que ter fé"; "só nos resta pedir a Deus..."; "God bless you", etc etc.
A geração anterior, embora muitas vezes por religiosidade, deixou-nos muitas expressões de referência a Deus. Podem significar pouco, mas um povo que erradica por completo Deus do seu vocabulário, estará concerteza ainda mais longe d'Ele.

26.4.09

Ansiosos?


Falou-se hoje na classe dos adultos da Escola Dominical, de um sentimento muito actual:
a ansiedade.
Que "a ansiedade está para a alegria, como o aspirador está para o lixo". Achei esta comparação curiosa.
De facto, hoje em dia, é extremamente difícil viver um dia sem algum "stress" ou alguma ansiedade. E há que estar atento para que a nossa alegria não seja "devorada" por esses momentos de tensão.
Também se reflectiu sobre a ligação que a ansiedade pode ter com a fé...nenhuma. A ansiedade existe quando não há fé.
E para rematar:
I Pedro 5:6,7 - Humilhai-vos, portanto, sob a poderosa mão de Deus, (...) Lançando sobre Ele toda a vossa ansiedade, porque Ele tem cuidado de vós.

25.4.09

Enquanto aguardava por uma reunião, observava da janela, da sala de um 12º andar, as pessoas que circulavam lá em baixo, pequeninas. Todas iguais, vistas de cima. Apenas pontos dinâmicos.

Aos pés de enormes edífícios, de um ponto alto de Lisboa, as pessoas tão pequeninas.

Perguntei-me porque terá Deus criado o homem tão minúsculo, com uma dimensão interior tão gigantesca?

E o que faz de nós, de cada indivíduo tão pequenino visto do alto, um ser especial tão importante para Deus?

30.3.09

Lição

Às vezes temos que dar a impressão que cedemos (no acessório), para que nos ouçam no essencial. É tudo uma questão de "tacto"...

24.3.09

Aprender o que pensamos que sabemos




Na minha igreja todos os anos se realiza um retiro de casais, com um orador diferente de ano para ano. Gostei em particular do deste ano. Estes retiros para além da componente espiritual, são um verdadeiro serviço "público". Este ano ouvimos conselhos sobre a educação dos filhos. Uma regra curiosa bastante falada foi esta: "nunca pôr em causa a autoridade de um professor perante os nossos filhos". De facto, a nossa sociedade tem banalizado a figura de quem transmite o saber.
Este versículo, aprendi, resume os cuidados que temos que ter com os filhos: boa alimentação, bom ensino e boa formação.

28.2.09

Ingenuamente nas mãos d'Ele

Todos os dias conheço novas pessoas. Faz parte do meu emprego. Fiquei entristecida um dia destes porque tinha que dar a notícia a um miúdo de nacionalidade brasileira, super educado, que o não podia contratar, porque não estava legalizado. Quando lhe dei a notícia, respondeu-me com um sorriso na boca: "Não se preocupe, tudo se vai resolver! Há alguém que vai cuidar de mim..." e olhou para cima. A atitude dele tocou-me. Uma mansidão inédita, face a tantos casos.
Desde esse dia não descansei, sem explorar até à exaustão todos os contactos. O que é que eu podia fazer para o ajudar? Um dia fomos os dois ao SEF. Enchi-me de coragem e perguntei-lhe, se era crente? Era crente. Antes de entrarmos, fomos ao café e ali fizemos os dois uma oração.
Nesse dia uma catadupa de milagres resolveram a situação. Foi contratado e está em vias de ser legalizado. Mais tarde confessou-me que na igreja todos oravam para que Deus pusesse um crente no caminho. Fiquei constrangida por saber que Ele estava nisto tudo.
Amo-te Deus.

16.11.08

Comércio tradicional

Já em tempos falei aqui na minha simpatia pelas compras na praça em vez de nos hipermercados: poupo mais tempo, canso-me menos, gasto menos dinheiro, compro melhor e apenas o que preciso! E a família gosta de todo aquele ambiente de Sábado de manhã.
Ontem fui surpreendida pelo rapaz do talho das imediações. Comprei hamburgueres e almôndegas já preparadas. Decidiu, para minha surpresa, cobrar apenas os hamburgueres. Surpreendida avisei-o que "o tempo não está para generosidades", ao que me respondeu: "pois não! Mas olhe, parece que quanto mais dou, mais tenho!"
Respondi-lhe que disso não tinha dúvidas...Nos dias de hoje são pouco vulgares atitudes como estas ...
De uma coisa estou certa, os hipermercados cortam com estas iniciativas de relação humana...as pessoas que nos atendem, são autênticos "robots", sem qualquer poder de tratamento com diferenciação.
Um bom resto de Domingo!

15.11.08

Bloglines

Esta foi a melhor ferramenta que inventaram para não perder o rasto a "bloggers" que como eu, não são lineares na frequência com que escrevem... http://www.bloglines.com

9.11.08

Hoje trago o refrão do hino cantado esta manhã no culto:

Conta as bençãos, conta quantas são

recebidas da divina mão

Uma a uma, di-las de uma vez

Hás-de ver surpreso quanto Deus já fez!

7.10.08

Faço esta pergunta: Que métodos usou Jesus e os seus discípulos para anunciar a Salvação aos homens?

Gostava que cada leitor me indicasse apenas 1 método, de preferência não repetido com outro que possa ter sido já mencionado por outro participante.

Agradeço a colaboração.

2.10.08

aqueles que são do nosso espírito

Hoje fui almoçar com uma amiga do coração...e é tão bom desanuviar assim a meio de um dia de trabalho.

27.9.08

Como se encontra Deus?

Alguém me diz num "post" abaixo:
x
"Procurei a fé. Não a encontrei. Deus abandonou-nos". x
Imagino que um ateu seja mais feliz do que alguém que fala assim. Julgo que este seja o pior dos estados em relação à fé.
x
Um ateu não espera nada de Deus porque não acredita n'Ele, não tem qualquer expectativa em relação à sua existência. Agora, alguém que acredita em Deus e que não O encontra, viverá concerteza angustiado...pelo sentimento de abandono.
x
E o problema é que quem vive este sentimento tenderá a sentir-se vitimizado e terá dificuldades em libertar-se do conforto da "vitimização".
x x Não existe um mapa que nos mostre o caminho até Deus, o segredo está simplesmente no espírito de contrição e de humildade, de quem O procura...
X
Um homem que procure Deus na qualidade de vítima dos males deste mundo, está no caminho errado...
X
Deus habita num lugar de arrependimento, restauração e de reconciliação. Há portanto que seguir logo à partida com vontade de mudança, procurar Deus só por Deus e não apenas em busca de respostas.
x
x
Quem O encontra é quem descobre que a sua infelicidade é pura responsabilidade sua, pelo facto de ter ele próprio abandonado Deus. É aquele que O procura verdadeiramente arrependido, sem arrogância, sem ressentimentos e com o puro desejo de O servir, de fazer a Sua vontade, de O amar e de ser amado por Ele...esse descobre a verdadeira felicidade e o Amor de Deus.
x
Como podemos afirmar que Deus nos abandonou, quando até o seu Filho nos enviou...a quem acabámos por matar, sem ter feito mal nenhum?
xx
x
Termino assim:
«Bem-aventurados os puros de coração, porque estes verão a Deus» (Mateus 5, 8).
x


21.9.08

Partículas? Longe, frio, muito frio

Enquanto o homem labuta na construção megalónoma de máquinas, na incessante busca de uma partícula que seja, de Deus, Ele espera na sua infinita misericórdia e longaminidade, apenas pelas nossas mãos e olhos erguidos para cima, para descer por inteiro até nós...

14.9.08

Fashion victim

Tenho andado a tentar fazer ver à minha filhota de 7 anos que há coisas muito mais importantes e interessantes do que as modas, as pinturas, as pulseirinhas, etc...que já lhe ocupam uma boa parte do cérebro...
x Quando me dirijia para o trabalho, estava parada no semáforo, em frente ao CC Monumental e vejo a campanha de marketing do "Dolce Vita": "Adoro ser fashion victim"... enfim, anda uma mãe a batalhar e depois dá de caras com "outdoors" destes! :) Não há paciência...

17.8.08

Férias - Breve "overview"

Nos últimos 2 anos, a última semana das nossas férias tem sido reprogramada devido ao mau tempo...já tinha sido o ano passado assim e voltou a acontecer este ano. São consequências da troca do Sul pelo Norte, enquanto temos bébés pequenos. Mas as consequências têm surpreendido, pela positiva! ... E eu gosto desta "adrenalina" da mudança repentina e à última da hora...
Depois de um Gerês exploradíssimo (há sempre alguma descoberta a fazer...desta vez foi "Brufe" e o seu "Abocanhado") e da chegada da chuva "grossa" decidimos rumar mais a Sul.

O boletim metereológico, a "net" e a nossa atracção pela "Silver Coast", levou-nos até Caldas da Raínha, o nosso novo "poiso"...

Aqui também uma excelente descoberta: a charmosa "Casa dos Plátanos" no coração da cidade, a preços mais económicos do que os que a página em referência indica. Uma pequena casa do século XVIII, pacata, muito acolhedora.

Por vezes esqueço-me do quanto gosto desta terra... faz-nos bem voltar lá...de vez em quando.

Por aqui fica sempre alguma coisa por fazer... foi o passado que nos ensinou a gostar dela.

Momentos interessantes:
  • A descoberta pela minha filha, do Novo Testamento dos Gideões numa gaveta do primeiro alojamento;
  • A passagem pelo Campo Bíblico e a constatação de que continuamos a ter bons ministros da Palavra de Deus na nova geração.

Um abraço

Hadassah

29.7.08

Amor de Deus

Na continuação do post anterior, pensava no que é amar a Deus de todo o coração, entendimento e forças ...

Sem darmos conta, é milagre conseguimos amar Deus que nunca vimos, quando a afeição às pessoas que amamos, surge apenas depois de nos relacionarmos fisicamente com elas...

Amor mais transcendente e inexplicável do que este não há.

27.7.08

SOS Jesus?

Outro dia, dizia alguém na minha igreja que para algumas pessoas Jesus é o "Jesus dos Aflitos"... muitas vezes só se lembram dele quando estão em aflição...

Se bem que no Novo Testamento muitas das vezes os homens chegaram a Jesus a partir de uma aflição, na verdade, Ele deseja ser muito mais do que um "balcão de Urgências" ...

Uma experiência verdadeira de encontro com Jesus, torna-nos irremediavelmente dependentes e desejosos de o ter connosco...

Ter Jesus apenas para os SOS é disfrutar muito pouco do que Ele tem para dar...

20.7.08

Recordo-me de um evento da igreja ao ar livre, que consistia numa "mímica" (teatro sem palavras), bastante interessante. Misturei-me com a assistência desconhecida e atrás de mim chegam 2 senhoras que tentam adivinhar do que se travava: "hmmm, diz uma, isto deve ser miséria...concerteza que vão pedir dinheiro..."; "A outra responde que não, que é capaz de ser gente protestante...já ouviu alguém dizer". Entretanto, um homem que as ouvia, interrompe-as e diz-lhes:"Não. Isto é um grupo de teatro e estão a interpretar uma peça famosa, estrangeira..."; Eu ía-me contendo sem dar nas vistas... entretanto a peça termina e entra em cena o Pastor de microfone em punho e assim que diz a palavra Jesus, aquelas pessoas ficaram alvoraçadas: o homem virou costas a praguejar; as mulheres parecia que fugiam do fogo e repetiam: "eu vi logo!".
Fiquei com pena de não terem estado com atenção à mensagem e de não ter tido coragem para os abordar...

12.7.08

Os meus pais é que tinham razão

Ao sábado de manhã saímos com o carrinho das compras em direcção ao mercado, família toda, bébé incluído. Compramos o peixe, os legumes, a fruta, o pão, os bolos ... para a semana toda. Uns senhores já nos conhecem, pela família das amêndoas...compramos 1 kg de amêndoas com casca todos os fins-de-semana... são só a 1,5€ ... e há sempre a oferta dos "coentros", ou da hortelã...
Não precisamos de mais de 30 minutos, para estarmos despachados. Não há filas...
As crianças não se fartam, é muito mais arejado e saio com a sensação de que os produtos são mais frescos.
Os hipermercados cansam-me ... sinto-me mais "máquina" dentro das grandes superfícies e o fim-de-semana é curto para "desperdiçá-lo" no meio de prateleiras e de encontrões...

6.7.08

Sinais dos Tempos?

Numa conferência sobre gestão, com o tema " 2020:que futuro?", os oradores convidados, Simon Dolan e Mario Raich, fazem previsões no que respeita ao futuro da humanidade.

"Na verdade, vivemos um período muito estranho da história da Humanidade, dizem."

Mais em: " http://www.ver.pt/conteudos/print.aspx?CmS=540

3.7.08

Falar verdade

...quando aparece alguém na televisão a falar com a imparcialidade deste senhor (coisa rara), fico presa ao ecrã... chamar de "pândegos" aos comentadores que vão à televisão dizer aquilo para que lhes pagam, e ridiculizar de forma cómica as estatísticas usadas como propaganda com diferenças de 1%, entre muitas outras coisas, foi no mínimo divertido... Henrique Medina Carreira.

30.6.08

Passeio da Escola Dominical

Os passeios da Escola Dominical têm sido sempre iguais nalgumas coisas, ao longo dos meus 34 anos:

  • O meu pai constrói sempre um papagaio de papel e outros tabalhos manuais, ainda que só os pequeninos lhe liguem;
  • Há sempre a mesa do lanche onde se juntam os bolos e os doces de todos;
  • Apanhamos sempre últimos Domingos de Junho com sol e calor.
  • Há sempre beijinhos das irmãs mais velhas que há muito tempo não nos vêem.

Este ano houve banhos no Rio Alviela...e os meus filhos parece-me que tiveram um dia em cheio... gostei de os vêr. Estes sãos os passeios da infância deles...

28.6.08

Excesso de curiosidade

Encontro dois pré-requisitos extremamente importantes para Deus, para que nos conceda a salvação:

1º Confiança absoluta n' Ele;

2º Obediência pela obediência ao seu Nome;

Lembrei-me disto quando uma amiga me fala de Jesabel no meu blog (a mulher que se tranformou em estátua de sal, quando olhou para trás). Também Adão e Eva, quiseram saber mais do que deviam...

O excesso de curiosidade às vezes também mata...