Gadol Elohai - Joshua Aaaron

30.6.07

Usurpação ao nosso estimado sono

La Ciesta Cotidiana - Van Gogh
O tempo nunca foi tão "esmiufrado" e tão "esticado" como nos dias de hoje... e ainda assim nos queixamos todos de falta dele.
Sem regras metropolitanas e sem tecnologias, acordaríamos cedo, muito cedo, quando o sol nascesse. E deitar-nos-íamos igualmente cedo, muito cedo, depois do sol posto. Eventualmente com direito à "ciesta" after lunch.
Dentro das regras da metrópole, a maioria de nós continua a acordar cedo, muito cedo. Mas o dia é que já não acaba com o desaparecer do sol, estica-se agora noite dentro...as solicitações são mais que muitas...é a reunião de trabalho, do condomínio, da escola,... é a fila do trânsito, é a ida ao espaço comercial, é a programação da TV. Ao fim e ao cabo, tirámos partido da noite, mas com nenhum apreciável proveito.
Somos "conduzidos" a uma péssima gestão do tempo. É quase uma "usurpação" ao nosso estimado sono. Por isso nos queixamos "todos", o comum dos mortais, de cansaço.

4 comentários:

Terpsichore E. M. Psyche disse...

Obrigada pela sua reacção ao meu post sobre as crianças. Ainda um dia destes espero responder, quando me for possível. Peço desculpa pela demora.
Cumprimentos

JOINCANTO disse...

E depois andámos todos muito cansados e mal dispostos e não percebemos que afinal é tudo uma questão de falta de sono.

:)

Hadassah disse...

eu só vejo que seja por isso... :)

alealb disse...

oi Hadassah,
tenho um desafio p'rá vc lá no nosso blog.
dá uma olhada.
beijos,
alê