Gadol Elohai - Joshua Aaaron

27.5.07

Quem falou em espancamento ?!?

A minha licença de maternidade (em reta final), está-me a dar um gozo surpreendente.
Outro dia tomava o pequeno almoço na minha pacata vila, sem pressa. Na mesa ao lado da minha, reuniam-se 4 "matronas" de ar sábio, que conversavam em sintonia, sobre a educação das crianças, comentando a falta de disciplina nas escolas e em casa. Este assunto interessa-me e afino o sentido auditivo.
Bolas, ainda outro dia recebo uma Fada no meu blog indignada por este meu post, arrebatando-o inclusive para o seu Ilha dos Amores, dizendo que se estava a defender o "espancamento de crianças", só porque Anne Graham defendeu que os filhos devem ser corrigidos quando se portam mal... e ouço na mesma semana 4 matronas a defender palmadas no rabo aos filhos desde o colo (!) ...mulheres que no fim se orgulham dos filhos que já são pais de filhos.
É verdade que há por aí muita violência doméstica que desejávamos todos que fosse banida...mas a meu ver, os pequenos, e sou mãe de 2 filhos, precisam mesmo de ser torcidos...bem pequenos (e como eles nos testam, tão cedo!), senão não levamos a melhor sobre eles mais tarde.
E deixo estes versículos complementares:
Provérbios 12:1 Quem ama a disciplina ama o conhecimento, mas o que aborrece a repreensão é estúpido. Provérbios 13:24 O que retém a vara aborrece a seu filho, mas o que o ama, cedo, o disciplina.
Provérbios 22:15 A estultícia está ligada ao coração da criança, mas a vara da disciplina a afastará dela. Provérbios 23:13 Não retires da criança a disciplina
Provérbios 29:15 A vara e a disciplina dão sabedoria, mas a criança entregue a si mesma vem a envergonhar a sua mãe.
E Fada, estamos a precisar de ter uma conversa com o Sr. Willi Wonka! Ai estamos, estamos...

1 comentário:

JOINCANTO disse...

Amor e disciplina, para mim são fundamentais na educação dos filhos. A julgar por alguns comportamentos das crianças de hoje em dia estão muito em falta. Além disso uns açoites aplicados com amor não lhes fazem mal nenhum, antes pelo contrário!