Gadol Elohai - Joshua Aaaron

29.3.07

Deus sem intermediários ...

As minhas desculpas aos meus amigos católicos, mas ocorre-me esta reflexão:
Atenta à reportagem da RTP sobre o centenário da Irmã Lúcia, encontro na Igreja Católica um enorme investimento na devoção a intermediários, que de algum modo quase se sobrepõem ao destinatário final, que suponho seja Deus.
Que vantagens e eficácias haverá nisso, senão desgaste espiritual?
Vejamos este exemplo: reza-se à Irmã Lúcia (em processo de beatificação ?), que interceda junto da "Nossa" Senhora de Fátima (ou de Belém, presumo), que por sua vez interceda junto do Filho Jesus, que por sua vez interceda junto de Deus ... será assim? Ou estarei a interpretar de forma incorrecta, por ignorância?
Depois ainda temos outra versão, no que toca ao pedido de perdão ... via confessionário...
Mas o método da oração que encontramos na bíblia é tão simples e tão aberto no que toca a relacionarmo-nos directamente com Deus!! Vejam só:
" Tu, porém, quando orares, entra no teu quarto, e, fechada a porta, ora a teu Pai em segredo; e teu Pai, que vê (o que se passa) em segredo, te dará a recompensa. Nas vossas orações não useis muitas palavras como os gentios, os quais julgam que serão ouvidos à força de palavra. Não os imiteis, porque vosso Pai sabe o que vos é necessário, antes que vós lho peçais. " Mateus, 6:5-8
"Tudo o que pedirdes ao Pai em meu nome, eu o farei, para que o Pai seja glorificado no Filho. Se me pedirdes alguma coisa em meu nome, eu a farei". João, 14:13-14
Alguém me sabe dizer que vantagens há então nesse processo de intermediários de intermediários??
Se Deus nos dá livre acesso para chegar-mos até Ele, quem somos nós para nos acharmos indignos disso? Queremos ser melhores juízes?

12 comentários:

Dulce disse...

Eu, que sou católica, apenas posso concordar contigo.
(E não, não sou incoerente! Sou católica mas não concordo com todas as práticas da igreja católica.)

Vilma disse...

Porquanto há um só Deus e um só Mediador entre Deus e os homens, Cristo Jesus, homem, o qual se deu a si mesmo em resgate por todos: testemunho que se deve prestar em tempos oportunos. 1 Timoteo 2:5-6
Simples, claro, objectivo!

Hadassah disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Hadassah disse...

Dulce a religião é cheia de imperfeição, a minha também.
Importa que estejamos certos da nossa salvação e é meio caminho andado quando nos desprendemos do ritualismo e experimentamos uma relação directa com Deus. Deus te abençoe e te faça feliz.

Vilma ... Esqueci-me desse ... :) prova de que a Bíblia está cheia de indicações no sentido do que se fala neste "post"! Obrigada
DTA

Raquel disse...

Não há como ir directo ao assunto e directo a quem tudo pode,. porque há um só mediador! E veja-se num sentido meramente prático:acontece frequentemente no meio do passa palavra a mensagem acaba por não chegar ao destinatário ;)
DVA

Fada Oriana de A Ilha dos Amores disse...

Procurar o contacto directo com Deus, sim, palavras belas Hassadah.
...
Mas vilma, se Jesus é Deus...

E de resto, eu cá, se alguém quer ajudar, por mim, são bem vindos. Acredito. Acredito no trabalho em comum. Acredito em nos podermos tornar mediadores de Deus (claro que não é nada nada fácil!). Aliás porque há falta de bons mediadores. Há talvez muitos mediadores, mas não da Verdade, do Bem e da Beleza... Há muitos mediadores, mas não da Vida, nem daquilo que Jesus disse mesmo.
A Cidade de Deus, é isso, é quando todos nos tornámos mediadores de Deus, cada um à sua maneira...compreendendo o valor insubstituível de cada visão, e o maravilhamento de tudo...

Pescador disse...

Diz o Senhor Deus:

"Orai uns pelos outros"

Penso que esta frase diz muita coisa. E como tal, não vejo problemas em pedir a alguém que peça a Deus por mim também. Tal como Maria intercedeu junto de Cristo nas Bodas de Caná.

E tal como diz na bíblia, só há um mediador em Deus e os homens. Que é
Jesus Cristo. Jesus Cristo que é Deus igualmente. E quem de nós tem a santidade de poder chegar a Deus assim de qualquer maneira, e pedir-Lhe seja o que for? Será que aquelas pessoas das Bodas de Caná teriam sido atendidas senão fosse por Maria? Eu acho que não. Até porque nos é confirmado pelas escrituras, devido à hora da exposição de Cristo à comunidade ainda não ter chegado. Mas como Sua mãe pediu, Ele concordou.

E nunca é demais referir que todas as orações devem servir para nos aproximar de Deus cada vez mais.

Fiquem bem!

Pescador disse...

Queria corrigir isto que disse:

"E quem de nós tem a santidade de poder chegar a Deus assim de qualquer maneira, e pedir-Lhe seja o que for?"

Claro que Deus nos atende muitas vezes. Mas isso também depende do grau de comunhão que temos com Ele. Depende de muita coisa. Mas depois existem casos mais específicos em que se não for uma boa cunha, será mais difícil sermos atendidos. Por exemplo, quando uma pessoa está a morrer. Pedir a Deus que faça um milagre para que essa pessoa se cure não está ao alcançe de todos. Pelo menos na minha maneira de ver as coisas.
Espero que não tenha ficado confuso.

Hadassah disse...

Amigo pescador,

Agradeço a passagem pelo Conversas. Gostava de responder com mais disponibilidade aos seus comentários, mas de momento não me é possivel.

O que é que me diz dos versículos a que faço referência no "post"? A mim chegam-me, para sentir legitimidade num contacto directo com Deus.Nem trocava essa intimidade por outra coisa. Não sei o que quer dizer com "de qualquer maneira...".

Lançava-lhe um desafio: consegue indicar-me algum versículo da bíblia, onde seja dito alguma coisa semelhante ao que afirmou: "E quem de nós tem a santidade de poder chegar a Deus assim de qualquer maneira, e pedir-Lhe seja o que for?"


Deixo entretanto ainda estes versículos:

Tiago 4:8 Chegai-vos a Deus, e ele se chegará a vós.

Mateus 6:8 Não vos assemelheis, pois, a eles; porque Deus, o vosso Pai, sabe o de que tendes necessidade, antes que lho peçais.

Atos 12:5 Pedro, pois, estava guardado no cárcere; mas havia oração incessante a Deus por parte da igreja a favor dele.

Filipenses 4:6 Não andeis ansiosos de coisa alguma; em tudo, porém, sejam conhecidas, diante de Deus, as vossas petições, pela oração e pela súplica, com ações de graças.

As coisas com Deus não funcionam com "cunhas". A salvação é pessoal e individual e é pela nossa fé (pessoal), que somos salvos e atendidos por Deus.

"Hebreus 11:6 - Sem fé é impossível agradar a Deus, porquanto é necessário que aquele que se aproxima de Deus creia que ele existe e que se torna galardoador dos que o buscam."

Já experimentaste falar directamente com Deus? Porque não experimentas? Tens medo? Achas que o Deus misercordioso não atenderá um coração verdadeiro e cheio de fé, que deseja fazer a sua vontade?

Hadassah

Raimundo disse...

Apenas hoje li este blog e por isso agora acrescento: existem muitos tarefeiros celestiais, porque após o final da nossa vida terrena, como a vida é eterna, continuamos... e os mais aptos, mais merecedores e capacitados têm muito por onde ajudar a amenizar e a poder orientar as nossas vidas muitas vezes necessitadas do amparo que só os benfeitores celestiais podem. Por isso as forças do bem, nos céus como não se limitam a Deus ou á sagrada família, pode estar disponibilizada muito mais benfeitores. Aqui pode funcionar termos mais afeição por A ou por B, tal como acontece com os nossos amigos terrenos. a nossa sintonia individual pode também ser eficaz.
A devoção a este ou àquele santo pode ser factor de comunicação mais eficiente! porque não?

Cada um saberá melhor, mas Deus, o Criador, essa Suprema Inteligência, nada deixa ao acaso, logo saibamos aproveitar! Deixo um cumprimento a todos muito fraterno, com muito Amor e muita Paz, ou seja um ambiente fantástico que nos tranquiliza e dê esperança para o amanhã...

Sara disse...

Peço desculpa pela invasão, mas não posso ficar indiferente a um assunto como este! Considero-me no direito e no dever de proferir algumas palavritas..

Eu sou católica! Todos os dias, nas minhas orações, eu falo directamente com Deus. Porém, também eu peço pelos meus irmãos. Sinto-me no dever de orar por eles. Creio que é a melhor forma de os ajudar e de manifestar a nossa amizade é rezar por eles! Não porque eles mo pedem (alias, a grande maioria nem sabe que eu rezo por eles), mas porque eu quero e porque acho que o devo fazer!!

Um abraço

Hadassah disse...

Sara,
Agradeço a passagem por aqui.

Não está em questão a intercessão de uns pelos outros aqui na terra (também o faço), mas fazer petições a pessoas que já morreram, em lugar de as endereçar directamente a Deus.