Gadol Elohai - Joshua Aaaron

31.12.06

Atentos à vontade ...

Imagem de hotblack em http://morguefile.com

A falta de confiança terá sido o nosso erro fatal em relação a Deus. O livre arbítrio que nos foi dado, conduziu-nos à desconfiança e depois à desobediência: julgámos que Deus nos estaria a privar de alguma coisa muito boa: o fruto proíbido.

Essa nossa vontade de querermos "experimentar", mesmo com o aviso de que não vale a pena, continua a levar-nos muitas vezes a caminhos sem saída. Um erro milenarmente repetido, até pelas sociedades, que numa ilusão de quererem ser muito evoluídas, desejam condutas que comprometem a sua continuidade e contrárias à sua natureza, desprezando valores intemporais amadurecidos por gerações passadas.

Reforçando a nossa confiança em Deus, quando tivermos que pôr alguma coisa em causa, tenhamos dois aspectos em conta:

  • Qual é a Sua vontade? (A vontade d' Ele será sempre a nosso favor);
  • De entre diferentes conselheiros quem nos quer maior bem?

Aproveito para desejar-vos a todos um Excelente Ano Novo de 2007!

Hadassah

4 comentários:

Ego ipse disse...

É uma tendencia herdada do 1º Adão, temos que adoptar as tendencias do ultimo Adão: Cristo

Excelente 2007!!

hadassah disse...

Ego ipse agradeço e retribuo os votos.

Irra, que os genes do primeiro são "fortes" :)

Um abraço,

Ego ipse disse...

...se são!
Mas têm tendencia a enfraquecer!

Ana Ramalho disse...

Na nossa actual situação como cristãos: Passamos de livre-arbítrio para "servo-arbítrio". Isto é, nós voluntariamente entregamos a nossa vontade à soberania de Deus. Jesus dise que já não nos chama mais servos mas amigos. Nesse contexto, somos amigos quando fazemos a Sua vontade... Quando compreendemos essa fantástica verdade vemos Deus como ELe é: AMOR E JUSTIÇA. Incomparável.

Abraço!