Gadol Elohai - Joshua Aaaron

25.9.06

A fé herdada e a fé procurada

Tendo crescido e sido educada no meio evangélico era provável que um dia mais tarde continuasse neste caminho. Foi naquela altura da vida em que se põe tudo em causa, que as minhas convicções se definiram e tornaram-se verdadeiramente minhas. A fé que tinha herdado, foi posta à prova e passei a apropriar-me dela. No entanto, por vezes pergunto-me, quando vejo que essa fé me foi servida de "bandeja", qual teria sido a minha atitude perante Deus se tivesse nascido noutro meio(?). Sinceramente, receio que viesse a ser alguém muito céptico em relação à religião e por conseguinte alguém que, dificilmente "ouviria" Deus.
Os "bem aventurados que não viram e creram" (João 20:29), serão ainda mais bem-aventurados quando vieram de um meio indiferente aos princípios bíblicos? Parece-me justo...
Mas de uma coisa tenho a certeza... a fé vem de facto pelo ouvir (Rom. 10:17). A religião ganha a sua importância, exactamente pelo papel que tem na transmissão e ensino da palavra de Deus.

1 comentário:

Raquel disse...

Também herdei uma fé. Nasci, como às vezes se ouve dizer, nos bancos da igreja.(hihihi)
A dada altura, Deus criou as circunstâncias para que tomasse uma decisão e lançasse mão da fé, me apropriasse dela. Não sei como teria sido se tivesse nascido noutro meio, mas sei como teria sido se escolhesse virar-Lhe as costas.